Adrien admite que sem Cristiano Ronaldo seria “mais difícil” ir longe

Publié le 17 juin 2018

Adrien admitiu hoje que seria “mais difícil” à seleção ir longe no Mundial2018 de futebol sem o contributo do capitão Cristiano Ronaldo, autor de três golos na estreia, frente à Espanha.

“Era mais difícil, como óbvio. Prefiro tê-lo [na minha equipa], do que do outro lado. Mas não é o caso. Ele está connosco e muito bem e espero que continue”, assumiu, em Kratovo, onde a equipa das ‘quinas’ prepara o embate com Marrocos, na quarta-feira, em Moscovo.

O capitão da seleção lusa foi decisivo na estreia no Mundial, com um ‘hat-trick’ no empate 3-3 com a Espanha, a abertura do Grupo B, no qual o Irão, orientado por Carlos Queiroz, venceu a seleção marroquina, por 1-0.

Em conferência de imprensa, Adrien integrou o lote dos defensores de que Cristiano Ronaldo é o melhor futebolista de todos os tempos.

“É a nossa opinião e todas as pessoas veem o que é notório. É um exemplo do que é para nós diariamente, não só nos jogos, nos golos que faz, no comportamento que tem e na liderança como nosso capitão. Para mim, é motivo de grande orgulho poder partilhar o balneário com ele. Como é óbvio é o melhor do mundo”, justificou.

Questionado sobre se o madeirense é mais líder na seleção de Portugal do que Messi na da Argentina, o médio entende que “não há comparações possíveis”.

“Para nós só existe um líder que está connosco e com o que estamos preocupados. Com que ele faça o seu melhor, como tem vindo a fazer, e esperamos que nos possa ajudar como tem vindo a fazer”, completou.

O médio dos ingleses do Leicester explicou que, após o empate frente a Espanha, Ronaldo não falou “dos seus êxitos, pois quer é que a equipa ganhe”: “Entrou no balneário e cumprimentou toda a gente pelo grande trabalho feito nesse jogo. E nós cumprimentámo-lo, como é óbvio, por mais três golos”.

“Foi mais uma grande ajuda que nos deu. A equipa também trabalhou para ele. Isso é que mais importante, Portugal segue com esta união para os próximos jogos”, concluiu.

O descontentamento de Fernando Santos com alguns aspetos no empate da seleção portuguesa de futebol com a Espanha (3-3), no Mundial2018, ficou a dever-se à exigência do selecionador, segundo disse Adrien.

“É a imagem do ‘mister’. Sempre muito exigente connosco. Para que possamos sempre evoluir. Desde que chegou, fez com que equipa tivesse estes resultados. Faz com que equipa nunca esteja satisfeita com o que tem. Faz-nos evoluir cada vez mais”.

Após a igualdade frente à seleção espanhola, em Sochi, com um ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo, o selecionador “deu” nota seis à exibição lusa, numa escala de um a dez, entendendo que, entre outros aspetos, faltou mais pressão sobre a Espanha, que teve uma posse de bola superior à que esperava e desejava.

“Os erros são cometidos também pela qualidade dos adversários e não podemos esquecer que jogámos contra um grande favorito para a competição. Mas isso é natural. Também criámos grandes dificuldades ao nosso adversário. No fim, quem cometer menos erros conseguirá ultrapassar sempre o adversário. Nada de muito relevante”, desvalorizou Adrien.

Acima de tudo, o futebolista do Leicester destacou o facto de este ter sido um “resultado positivo”, embora a seleção lusa ambicione constantemente os três pontos.

“Foi um resultado positivo. Não o queríamos. Isso foi demonstrado desde início do jogo que não estávamos ali só para tentar não perder. A equipa respondeu bem a todos os momentos do jogo, mesmo depois de a Espanha ter dado a volta ao resultado. Isso mostra o caráter”, frisou, reiterando ter sido um empate frente a “um grande favorito”.

Adrien assegurou ainda que já deixou de ser tema de conversa a situação dos ex-jogadores do Sporting, que rescindiram contrato unilateralmente, casos de Rui Patrício, William, Bruno Fernandes e Gelson.

“Eles mostraram que estavam perfeitamente em condições para jogar. Isso Viu-se isso no jogo, naqueles que jogaram. Neste momento nem sequer é motivo de conversa. Eles estão perfeitamente bem e vão fazer um grande torneio, tenho a certeza”, concluiu.

Alfa/Lusa.


Opinions des lecteurs

Laisser un commentaire


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background