Apesar dos corruptos, os portugueses continuam a ser um povo nobre. Acolhemos músicos do Afeganistão. Não precisamos de bater recordes provincianos para ser grandes

(Foto de abertura – CNN Portugal: « Aterraram, na segunda segunda-feira passada, em Portugal, 273 afegãos membros do Instituto Nacional de Música do Afeganistão. Jovens, alguns acompanhados pela família, corriam perigo de vida desde que os talibãs tomaram o poder em Cabul, em meados de agosto, apenas por serem músicos ») 

Recebemos músicos e mulheres futebolistas do Afeganistão, o que só nos engrandece.

Nós, portugueses, fomos e somos um grande povo, apesar dos muitos corruptos e de outras coisas más que nos têm acontecido nos últimos anos.

Não precisamos de construir a maior réplica da Torre Eiffel do mundo com fósforos e bater outros recordes provincianos para sermos grandes.

Crónica de Ricardo Figueira, jornalista da Euronews,para ouvir, na Rádio Alfa, na sexta-feira, às 7h15, 13h15, 16h30 e 19h45.

Ou ouça aqui:

 

 

td-main-content-wrap
Article précédentNovo chanceler alemão, Olaf Scholz, diz-se “absolutamente confiante” na reeleição de António Costa
Article suivantPortugal no visor. PM luxemburguês contesta imposição da apresentação de teste negativo à covid-19 nas fronteiras