Centenas de pessoas na última despedida a Carlos Soares em Pontoise

Centenas de pessoas na última despedida a Carlos Soares em Pontoise, França. Durante mais de duas horas, centenas de pessoas passaram na igreja de Notre Dame, em Pontoise, na região parisiense, para prestar homenagem a Carlos Soares, lusodescendente morto na semana passada por uma bala perdida – informa o Jornal de Notícias em Portugal, citando a Lusa e agências.

 

« O Carlos era de Pontoise e uma personalidade da nossa cidade, muito apreciado por toda a gente. Toda a cidade está completamente chocada », disse Stéphanie Von Euw, presidente da Câmara Municipal de Pontoise, em declarações à agência Lusa.

A comunidade portuguesa da região, assim como os amigos do bairro de Marcouville, de onde Carlos era originário e onde na semana passada foi mortalmente baleado, passaram ontem de manhã na igreja de Notre Dame para mostrar solidariedade com a família do português de 34 anos.

Soares morreu na semana passada na sequência de uma bala perdida enquanto participava num churrasco com um grupo de amigos no bairro de Marcouville. Os autores do crime são também portugueses e vieram até ao bairro recuperar uma mota alegadamente roubada por um jovem, acabando por atropelar mortalmente o jovem e disparando inadvertidamente sobre todas as pessoas que estavam à volta.

Carlos Soares era casado e tinha uma filha de cinco anos. A sua mulher, Pauline, era muito conhecida na cidade por ser comerciante e, segundo a família, tem sentido a solidariedade dos habitantes de Pontoise, mas também de Portugal, especialmente na forma da chamada recebida diretamente de Marcelo Rebelo de Sousa.

Leia mais aqui sobre a morte do português em Pontoise: 

Bala perdida que matou português em Pontoise foi disparada por outro português

Article précédentBenfica goleia Paços de Ferreira, reduzido a 10 desde os 22 minutos, e mantém diferenças para o FC Porto
Article suivantCasa de Paris onde viveu Sócrates já não está arrestada