Combustível começa a faltar em França

Os sindicatos da TotalEnergies exigem aumentos salariais para lidar com a inflação. Também pedem uma melhor distribuição da riqueza, apontando o dedo aos lucros colossais obtidos pelo grupo petrolífero desde o início do ano.

Muitas estações de serviço estão a ficar sem combustível por causa da greve dos funcionários da TotalEnergies.

Os condutores de todo o país correm para as bombas disponíveis. Mais de 30% das estações de serviço sofrem com um impacto da paralisação. Alguns departamentos criaram bombas de combustíveis dedicadas a determinadas profissões prioritárias, em particular para o pessoal de enfermagem.

Em Paris e região a situação também está muito difícil, há relatos de condutores que esperaram mais de 1h40 para poder ‘abastecer’ a viatura e há muitas estações de serviço fechadas, estima-se que uma sobre 5 estejam sem combustível.

 

Com PT.EuroNews

 

 

td-main-content-wrap
Article précédentPelo menos três mortos na explosão na ponte da Crimeia
Article suivantFernando Gomes, o eterno ‘bibota’, está desde quinta-feira internado numa unidade hospitalar do Porto