Covid-19: Chegadas de turistas caem 87% a nível mundial em janeiro – OMT

O impacto da pandemia da covid-19 no turismo mundial continua em 2021, com dados que mostram uma queda homóloga de 87% das chegadas de turistas internacionais em janeiro, anunciou hoje a Organização Mundial do Turismo (OMT).

Num comunicado hoje divulgado, a OMT (United Nations World Tourism Organization, UNWTO) sublinha que as perspetivas para o resto do ano continuam incertas e pede « uma maior coordenação entre países no que diz respeito a protocolos de viagem que permitam a reativação segura do turismo e evite mais outro ano de enormes perdas para o setor ».

« Se o final de 2020 já foi difícil, o turismo mundial sofreu novos reveses no início deste ano, com os países a endurecerem as restrições de viagens como resposta a novos surtos do vírus », refere a OMT.

Segundo a última edição do Barómetro Mundial do Turismo da UNWTO, todas as regiões do mundo continuaram a registar fortes quedas das chegadas no primeiro mês do ano.

« Os testes obrigatórios, as quarentenas e, em alguns casos, o encerramento total das fronteiras têm dificultado o reinício das viagens internacionais », adianta a OMT, sublinhando que, além disto, a chegada de vacinas e a administração tem sido mais lenta do que o esperado, atrasando ainda mais o recomeço do turismo.

Todas as regiões do mundo têm sido duramente atingidas, com a Ásia e Pacífico a ser a região que continua a ter o nível mais elevado de restrições e a registar o maior declínio nas chegadas internacionais, designadamente um recuo de 96% em janeiro.

Em janeiro, a Europa e a África sofreram ambas um declínio de 85% nas chegadas, enquanto o Médio Oriente registou uma queda de 84%.

As chegadas internacionais na América caíram 79% em janeiro, depois de terem registado resultados ligeiramente melhores no último trimestre de 2020.

 

Com Agência Lusa.