Covid-19. Mantenham-se calmos e sigam em frente. Opinião

Publié le 19 mars 2020

Keep calm and carry on – Por Ricardo Figueira, jornalista da Euronews

Para começar o apontamento desta semana, devo em primeiro lugar fazer um mea culpa. Na última crónica, falei do coronavírus mas desvalorizei o impacto que poderia vir a ter na Europa e falei do alarmismo que estava a ser gerado. Infelizmente, a realidade impôs-se e o avanço que o número de infeções e de mortes está a ter no nosso continente não só é inegável como parece não parar. Em Itália, a situação dos hospitais é de desespero. Numa entrevista ao canal onde trabalho, um médico do hospital de Bérgamo contava que os doentes mais velhos ou com doenças incuráveis não estavam a ser entubados, em benefício daqueles com mais hipóteses de sobreviverem.

Os hospitais do norte do país estão sobrelotados, há alas que estão a ser sacrificadas para poderem albergar mais doentes de Covid-19, há doentes que vão ter de ser mandados para hospitais a quilómetros de distância e a falta de ventiladores vai fazer com que, em breve, as escolhas de quem vive e quem é deixado para morrer sejam feitas caso a caso.

Espanha e França caminham a passos largos para a realidade italiana. Portugal tem, por enquanto, menos casos, mas os números aumentam também em proporções alarmantes.

Em França, desde terça-feira que estamos confinados em casa, com exceções – eu, por exemplo, tenho de continuar o meu trabalho, essencial nesta altura – o de informar.

Em Portugal, foi decretado o Estado de Emergência e o presidente da República fez aquele que foi, talvez, o discurso mais lúcido de todo o mandato.

Em ambos os casos, a nossa obrigação é a mesma: Facilitar o trabalho de quem trabalha por nós: os profissionais de saúde. Ficar em casa sempre que pudermos, evitar ao máximo o contacto com os outros, protegermo-nos e proteger quem nos rodeia.

Vem-me à memória um cartaz que se tornou popular em todo o mundo há poucos anos, mas que nasceu em Inglaterra, durante os terríveis bombardeamentos da II Guerra Mundial e continha uma mensagem muito simples, da parte do Rei, a toda a população: Keep calm and carry on, ou seja, mantenham-se calmos e sigam em frente.

É essa a mensagem que cada um de nós tem de incorporar: Manter a serenidade e continuar com as nossas vidas – não como dantes, certo – mas pensar que a tempestade há-de passar e, sobretudo, que podemos e devemos, depois de o pior ter passado, ser pessoas melhores do que éramos antes. Melhores para nós próprios, para os outros e para o planeta em que vivemos. Aproveitar estes dias que passamos em casa para olhar para dentro de nós mesmos. Por a leitura em dia, aproveitar, porque não, a tecnologia ao alcance de cada um para aceder ao legado que séculos de literatura e de arte nos deram. Esperar por dias melhores para todos, sem perder a serenidade. Keep calm and carry on.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background