Covid-19: Portugal regista mais seis mortos e 323 casos

Publié le 27 juin 2020

Covid-19: Portugal regista mais seis mortos e 323 casos confirmados

Covid-19: Portugal regista mais seis mortos e 323 casos confirmados

facebook sharing button
twitter sharing buttonInformação oficial/Lusa
email sharing button
Portugal regista hoje mais seis mortos relacionados com a covid-19 do que na sexta-feira e mais 323 infetados, a maioria na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados da DGS indicam 1.561 mortes relacionadas com a covid-19 e 41.189 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em comparação com os dados de sexta-feira, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,4%. Já os casos de infeção subiram 0,8%.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado o maior número de surtos, a pandemia de covid-19 atingiu os 18.361 casos confirmados, mais 255 do que na sexta-feira.

A região de Lisboa e Vale do Tejo é a que tem maior número de infeções (18.361) e a segunda com maior número de óbitos (463).

O Norte regista 17.445 infeções e 816 mortos, o Centro 4.080 casos confirmados e 248 óbitos, o Algarve 15 mortos e 595 pessoas infetadas e o Alentejo regista quatro mortos e 467 pessoas com covid-19.

Os Açores apresentam 149 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-Cov-2 e 15 mortes, enquanto que a Madeira tem 92 pessoas infetadas e mantém-se sem qualquer óbito registado.

Do total de pessoas infetadas em Portugal, 457 estão internadas, menos 15 do que na sexta-feira. Já o número de doentes internados em unidades de cuidados intensivos subiu para 70, mais três que na sexta-feira.

Na distribuição dos casos infetados por concelhos, Lisboa é o que regista o maior número de casos (3.335), seguido por Sintra (2.477), Loures (1.745), Vila Nova de Gaia (1.633), Amadora (1.591), Porto (1.414), Matosinhos (1.292), Braga (1.256), Odivelas (1054) e Maia (950).

Os dados do relatório da DGS indicam que, do total de mortes registadas até hoje, 781 são mulheres e 780 homens.

Por faixa etária, o maior número de mortes regista-se entre as pessoas com 80 ou mais anos (1.046), seguida pela faixa entre os 70 e os 79 anos (300). Entre a população com idades compreendidas entre os 60 e 69 anos há 143 mortes.

Os dados da DGS registam ainda 50 mortes na faixa etária entre os 50 e os 59 anos, 18 entre os 40 e os 49 anos, duas entre os 30 e os 39 anos e duas na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

Relativamente ao total de casos de infeção, os dados apontam que 23.124 são mulheres e 18.065 homens.

A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (6.869), seguida da faixa entre os 30 e os 39 anos (6.541) e das pessoas com idades compreendidas entre os 50 e os 59 anos (6.511).

Nas faixas etárias mais jovens, entre os 20 e os 29 anos, registam-se 5.971 casos e, entre os 10 e os 19 anos, 1.652, enquanto nas crianças até aos nove anos há 1.174 casos.

Segundo a DGS, 37% dos doentes apresentaram tosse, 28% febre, 21% dores musculares, 20% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e 10% dificuldade respiratória.

A aguardar resultado laboratorial de testes estão 1.627 pessoas e em vigilância pelas autoridades de saúde estão 31.255.

Desde o dia 01 de janeiro, Portugal registou 375.490 casos suspeitos, refere o boletim, adiantando que há 26.864 pessoas dadas como recuperadas, mais 231 do que na sexta-feira.

A pandemia de covid-19 já matou, pelo menos, 494.337 pessoas e infetou 9,8 milhões em todo o mundo, desde dezembro, em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Marqué comme

Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background