Curiosidade. Diamante negro de 555,55 quilates e 55 faces vindo do espaço vai ser leiloado

A leiloeira responsável pelo diamante, Sotheby’s Dubai, estima que o diamante possa atingir cerca de seis milhões de euros em leilão e revelou que se pensa não ser deste planeta.

O diamante negro de 555,55 quilates, denonimado “Enigma” pela leiloeira, foi exibido segunda-feira como parte de uma digressão da empresa no Dubai e em Los Angeles, e prevê-se que seja leiloado em Londres no mês de fevereiro.

A Sotheby’s, segundo a Associated Press, estima que o diamante possa atingir cerca de seis milhões de euros em leilão, e prevê-se que o pagamento possa ser realizado em criptomoedas.

O diamante, além de ter 555,55 quilates, apresenta 55 faces, um número de significado simbólico na cultura árabe.

A forma do diamante é baseada no Khamsa, símbolo do Médio Oriente que mostra a palma de uma mão e “representa força e proteção”, afirmou a especialista da leiloeira em joalharia, Sophie Stevens. Khamsa em língua árabe significa “cinco”, uma referência aos cinco dedos que compõem a mão.

O diamante negro — também conhecido como diamante carbonado —  parece estar assim envolvido em dois misticismos. Isto porque além de estar ligado a toda a simbologia associada ao número cinco, estima-se que a pedra preciosa tenha vindo do espaço.

“Em relação aos diamantes carbonados, acreditamos que estes têm origem extraterrestre, com a colisão de meteoros com a Terra“, assumiu Sophie Stevens. A teoria de que a sua origem seja exterior ao nosso planeta é baseada nos seus isótopos de carbono e alto teor de hidrogénio.

Este tipo de diamantes, encontrados apenas no Brasil e na África Central, são extremamente raros.

 

Com Observador.pt

Getty Images para Sotheby’s Dubai.

td-main-content-wrap
Article précédentSporting domina prémios do Futsal Planet
Article suivantCovid-19: Quase 465 mil novos casos nas últimas 24h em França. Recorde de casos e mais 375 mortes