Entrevista. Marisa Matias. Pelo voto postal, mais consulados e mais ensino de português

Em entrevista exclusiva à Rádio Alfa, a candidata às presidenciais e deputada europeia do Bloco de Esquerda, diz querer uma política mais atenta, mais próxima e mais eficaz para as comunidades portuguesas no estrangeiro – designadamente com a abertura de mais consulados (“pelo menos os que foram fechados”) e mais ensino da língua portuguesa.

Marisa Matias defende o voto por correspondência e diz que “votar não pode ser um castigo” porque há portugueses que teriam de fazer centenas de km para se deslocarem às poucas mesas de voto abertas no estrangeiro.

Critica duramente o “Programa Regressar” (sobre os apoios para o regresso dos portugueses a Portugal, que não são, segundo ela, verdadeiros incentivos para o regresso), lançado pelo Governo.

Explica também as razões que levaram o Bloco de Esquerda a afastar-se do Governo de António Costa, depois de o ter apoiado até agora na chamada “geringonça”.

Ao candidato nacionalista do Chega, André Ventura, chama de vigarista e muito mais….

Entrevista para ouvir na Rádio Alfa depois do noticiário das 18 horas e para ver nos nossos outros suportes, designadamente aqui, no nosso site, ou no Facebook.