FC Porto lamenta ataque a carro da família Conceição e lamenta falta de proteção

FC Porto's head coach Sergio Conceicao (R) reacts in the end of the Champions League group B soccer match against Club Brugge, at Dragao stadium, in Porto, north of Portugal, 13 September2022. ESTELA SILVA/LUSA Copyright:© 2022 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

O FC Porto repudiou hoje o ataque ao carro da família de Sérgio Conceição, ocorrido na terça-feira após a derrota com o Club Brugge, para a Liga dos Campeões de futebol, e lamenta “a falta de proteção das autoridades”.

“O FC Porto repudia totalmente o ataque ao carro da família do treinador Sérgio Conceição, ontem [terça-feira] à noite, na saída do Estádio do Dragão”, refere o clube num breve comunicado no seu sítio oficial na Internet.

O clube “lamenta, ainda, a falta de proteção das autoridades, e apela a que o autor ou autores deste ato selvagem sejam rapidamente identificados e responsabilizados”.

Em causa está o apedrejamento à viatura em que seguiam a mulher do treinador dos ‘dragões’, Liliana Conceição, e dois dos filhos, Rodrigo, de 22 anos, que esteve no banco do jogo com os belgas, e José, de sete, e que provocou o pânico nos ocupantes e alguns vidros partidos.

O incidente foi comunicado à PSP do Porto, que tomou nota de uma “tentativa de apedrejamento” na noite de terça-feira a uma viatura à saída do Estádio do Dragão, que, de acordo com fonte contactada pela agência Lusa, será alvo de diligências.

O FC Porto somou na terça-feira uma pesada derrota em casa frente ao Club Brugge, por 4-0, para a segunda jornada do Grupo B, em que segue na última posição ainda sem qualquer ponto amealhado na presente edição da Liga dos Campeões.

 

Com Agência Lusa.

td-main-content-wrap
Article précédentCrise energética. França bloqueia gasoduto ibérico. Amigos, mas negócios à parte. Opinião
Article suivantBenfica vence em Turim e soma 12º triunfo seguido na temporada