Ilha da Madeira em crise grave devido à falta de turistas. Desemprego e famílias em dificuldades

Panoramic view over Camara de Lobos, Madeira island, Portugal

A notícia é revelada pelo jornal Público desta terça-feira, 14 de julho.

« Layoff e desemprego afectam 45% da população activa da Madeira », escreve o diário.

« Um terço da população activa está em layoff e o desemprego subiu 10% em relação ao período homólogo », acrescenta o jornal.

« Com a pandemia, turismo parou e há mais de 61 mil pessoas em casa sem trabalhar e aumentam pedidos de ajuda de famílias em dificuldades », conclui o Público.

Também a TVI24 assinala a crise na ilha desta forma:

« Falta de turistas responsável pelo encerramento temporário de centenas de empresas na Madeira ».

« A crise económica que deriva da pandemia de Covid-19 começa a dar sinais crescentes nos vários sectores da sociedade, principalmente no turismo, que caiu a pique nos últimos meses.

Na madeira, há 44 mil trabalhadores em lay-off: números impensáveis no início deste ano, quando se projetava mais um recorde de receitas turisticas para o arquipélago.

A ausência de visitantes britânicos acabou com grande parte das esperanças para este verão », informa este canal televisivo.

td-main-content-wrap
Article précédentCovid-19. Os países e ecnonomias que mais serão atingidos pela crise. Som. Análise
Article suivantPS organiza: CONFERÊNCIA DIGITAL. “PORTUGAL SEGURO – FÉRIAS DOS RESIDENTES NO ESTRANGEIRO EM TEMPOS DE PANDEMIA”