Já em julho. Estado dá 6.500 euros a emigrantes e lusdescendentes que voltem para trabalhar no país.

Publié le 25 juin 2019

Revista de imprensa – jornal Público desta terça, 25

“Estado dá 6.500 euros a emigrantes que voltem para trabalhar no país” – escreve em título de primeiro página o jornal Público na sua edição desta terça-feira.

“Governo orçamentou dez milhões de euros para apoiar um universo potencial de 1500 pessoas em 2019. acrescenta o diário português.

Segundo este jornal, medida é para entrar em vigor no início de julho e destina-se também a lusodescendentes.

“Os emigrantes ou lusodescendentes que queiram voltar a Portugal para trabalhar terão um apoio do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) que poderá chegar aos 6536,4 euros por família. A medida faz parte do Programa Regressar, aprovado em Março pelo Governo”, acrescenta o Público.

O artigo na edição impressa do Público é reservado a assinantes. Mais alguns delathes da notícia:

O objetivo é pagar um conjunto de apoios diretamente aos emigrantes que regressem e comecem a trabalhar em Portugal continental, cativando-os a tomarem a decisão de voltar ao país.

Será diretamente pago ao emigrante um subsídio de 2.614,56 euros. Soma-se uma comparticipação para custos da viagem do trabalhador e familiares até 1.307 euros, mais os custos do transporte dos bens até 871,52 euros e, ainda, um apoio aos custos com o reconhecimento das qualificações académicas ou profissionais, até 435,76 euros.

O “Programa Regressar” está aberto aos emigrantes que saíram de Portugal até 31 de dezembro de 2015, que tenham vivido fora do país durante, pelo menos, um ano. É ainda condição que iniciem atividade laboral em Portugal continental entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020 e têm de ter assinado um contrato de trabalho por conta de outrem.

Como explicou ao Público o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, os apoios pressupõem que já exista um contrato de trabalho. “Esta é uma política ativa de emprego e destina-se a apoiar contratos de trabalho. Não é um apoio para as pessoas virem para Portugal procurar emprego”, disse. Ou seja, o programa visa cativar os lusodescendentes em idade ativa a regressarem ao país para trabalhar.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background