Luso-francesa Cristèle Alves Meira com filme apoiado pelo fundo Eurimages

Publié le 7 juillet 2020

Novos filmes de Miguel Gomes e Cristèle Alves Meira apoiados pelo fundo Eurimages

Cristèle Alves Meira vive em Paris e tem raízes portuguesas entre Viana do Castelo e Trás-os-Montes, região à qual regressa várias vezes por ano para produzir azeite.

facebook sharing button
twitter sharing buttonAlfa/Lusa
email sharing button
 Os projetos cinematográficos “Selvajaria”, do português Miguel Gomes, e “Bruxa”, da luso-francesa Cristèle Alves Meira, vão receber, respetivamente, 310 mil e 180 mil euros, de apoio financeiro, do fundo Eurimages, criado pelo Conselho da Europa, foi hoje anunciado.

Este ano, o fundo financeiro Eurimages, criado em 1988, vai apoiar a produção de 20 filmes de ficção, um de animação e cinco documentários, num total de cerca de 6,1 milhões de euros, segundo o comunicado do Conselho da Europa hoje divulgado.

O Eurimages destinou 310 mil euros à coprodução luso-francesa “Selvajaria”, de Miguel Gomes, selecionado para um programa do Festival de Cinema de Locarno (Suíça), em agosto, criado na sequência da covid-19, e 180 mil euros à coprodução, repartida entre França, Portugal e Bélgica, de “Bruxa”, de Cristèle Alves Meira.

De acordo com o Conselho da Europa, este ano “52% dos projetos apoiados são realizados por mulheres, tendo sido destinados 2,5 milhões de euros a estes projetos, o que representa 41% do valor total”.

Devido às “dificuldades causadas pela pandemia da covid-19”, a equipa que gere o Eurimages decidiu aumentar a validade dos apoios de 12 para 20 meses, “desde a data da decisão do Conselho de Administração do Eurimages”.

“Selvajaria” é o novo filme de Miguel Gomes, com a produtora portuguesa O Som e a Fúria, numa coprodução com França, Brasil, China e Grécia, interrompida por causa da covid-19.

O filme é uma adaptação livre da obra literária brasileira “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, “dando conta da obscura guerra que teve lugar na Bahia no ano de 1897”, refere a produtora.

Com argumento de Mariana Ricardo, Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes e Telmo Churro, “Selvajaria” sucede ao tríptico do realizador “As mil e uma noites” (2015).

“Selvajaria” foi selecionado para um programa do Festival de Cinema de Locarno (Suíça), em agosto, criado na sequência da covid-19.

O programa – intitulado “The Films After Tomorrow” (“Os Filmes Depois de Amanhã”) – pretende apoiar “realizadores que foram forçados a parar de trabalhar por causa da pandemia”, com um júri a atribuir prémios aos melhores projetos, num valor entre os 65 mil euros e os 46 mil euros.

“Bruxa” é a primeira longa-metragem de ficção de Cristèle Alves Meira, que vive em Paris e tem raízes portuguesas entre Viana do Castelo e Trás-os-Montes, região à qual regressa várias vezes por ano para produzir azeite.

É lá que também rodará este ano “Bruxa”.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background