Lusopress afasta-se do « Português de Valor », Pardal Henriques, ligado à greve dos motoristas em Portugal

Um COMUNICADO da Lusopress sobre o advogado Pedro Pardal Henriques, vice-presidente do sindicato de motoristas de transporte de matérias  perigosas:
« A Lusopress existe há 16 anos sediada em França, tendo como uma das suas iniciativas os Portugueses de Valor sendo a edição de 2020 a décima .
Portugueses de valor tem como objectivo eleger cada ano dez dos 100 portugueses  que durante o ano são nomeados e indicados por alguém ou mesmo por elementos da nossa equipa. Para eleger os 10 premiados é constituído um júri composto por 4 nomeados eleitos nos anos anteriores.
O advogado Pedro Pardal Henrique foi-nos indicado por alguém que achava que ele reunia as condições para tal. No ano 2018 a Gala teve lugar na Figueira da Foz e embora ele fosse um dos 100 nomeados o júri optou por não eleger recebendo unicamente um troféu de presença. Com o grupo portugueses de valor visitou o Museu dos Coches onde fomos recebidos pelo presidente da república.
Actualmente e na qualidade de vice presidente do sindicato de motoristas de transporte de matérias  perigosas utiliza os nomes Lusopress e Portugueses de Valor para se autopromover prejudicando a nossa marca e o nosso bom nome. Não queremos estar de algum modo associados a essa pessoa. »
td-main-content-wrap
Article précédentRecorde de calor. Paris com 42,6º ultrapassa Lisboa
Article suivantMais de 150 pessoas estão desaparecidas. ONU teme o pior desastre do ano no Mediterrâneo