Mais de cem mortos e milhares de feridos em Beirute. Cidade ficou num caos. Há muitos desaparecidos. Um português ferido

Publié le 5 août 2020

As terríveis explosões na capital do Líbano que causaram estragos em quase toda a cidade tiveram o epicentro num armazém onde estavam toneladas de nitrato de amónio.

A Cruz Vermelha avança esta manhã com mais de 100 mortos, milhares de feridos e muitos desaparecidos. Mas balanços são provisórios.

Um português ficou ferido, segundo o Expresso. Outros dos cerca de 50 portugueses que residem em Beirute poderão ter sofrido danos nas suas casas, mas a secretária de Estado das Comunidades, Berta Nunes, ainda não tem dados exatos. 

O cônsul honorário português em Beirute, André Boulos, disse que nunca viu nada assim apesar de ter estado na guerra.

Boulos disse ontem à RTP que ainda não tinha informações sobre se há portugueses feridos porque a sua própria casa foi afetada.

A primeira grande e mais forte explosão foi num armazém com grande quantidade de nitrato de amónio, no porto de Beirute.

As duas fortes explosões provocaram destruição até ao centro da capital libanesa e mesmo nos arredores da cidade.

O balanço oficial mais recente apontava para pelo menos 78 mortos e cerca de quatro mil feridos (um deles é português), mas os relatos de destruição fazem recear um aumento rápido do número de vítimas porque há muitos desaparecidos.

A Cruz Vermelha libanesa fala esta manhã em mais de 100 mortos, mas o balanço é muito provisório.

O Presidente do país considera “inaceitável” que 2750 toneladas de nitrato de amónio tenham ficado armazenadas durante seis anos sem condições de segurança nas instalações que explodiram no porto e promete “as mais duras punições para os responsáveis”.

O cônsul honorário português em Beirute, André Boulos, disse que nunca viu nada assim apesar de ter estado na guerra.

Boulos disse ontem à RTP que ainda não tinha informações sobre se há portugueses feridos porque a sua própria casa foi afetada. Mas alguns jornais portugueses, como o Expresso, falam num português ferido.

Vários ‘capacetes azuis’ da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FINUL) ficaram gravemente feridos nas duas explosões.

 

 


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background