Marcelo “curva-se perante o génio” de Agustina: “É ao Portugal eterno que ela pertence”

Publié le 3 juin 2019

Marcelo “curva-se perante o génio” de Agustina: “É ao Portugal eterno que ela pertence”

Foto: RUI OCHOA/PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Escritora morreu esta segunda-feira. Tinha 96 anos

São 118 palavras ou 710 caracteres com espaços distribuídos por sete parágrafos: o Presidente da República deixou esta segunda-feira uma nota de pesar pela morte da escritora Agustina Bessa-Luís. Numa mensagem emotiva, o Presidente diz que se curva “perante o génio” da escritora e elogia o carácter “antes quebrar do que torcer” e o “rigor inexcedível” da escrita de Agustina.

MENSAGEM NA ÍNTEGRA DE MARCELO

“Presidente da República lamenta a morte de Agustina Bessa-Luís

Há personalidades que nenhumas palavras podem descrever no que foram e no que significaram para todos nós.

Agustina Bessa-Luís é uma dessas personalidades.

Como criadora, como cidadã, como retrato da força telúrica de um povo e da profunda ligação entre as nossas raízes e os tempos presentes e vindouros.

De ‘antes quebrar do que torcer’ testemunhou, com o rigor inexcedível da sua escrita, nunca corrigida, o fim de um Portugal e o nascimento de outro. Um e outro feitos do Portugal eterno.

E é a esse Portugal eterno que ela pertence.

O Presidente da República curva-se perante o seu génio e expressa aos seus familiares as mais sentidas condolências.”


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background