Mundial2022: Buenos Aires em festa interminável na eufórica consagração dos campeões

Buenos Aires está a viver dos momentos mais inesquecíveis da sua história com centenas de milhares de pessoas firmes a celebrar, euforicamente, com os futebolistas que conquistaram o terceiro título de campeã do mundo para o país.

Incontidos na alegria, os adeptos chegaram de todo o lado – aproveitando que foi decretado feriado nacional para a população poder participar nas celebrações – para receber Lionel Messi e os seus companheiros, que chegaram já madrugada à sua terra natal, antes de subirem a um autocarro aberto para o tradicional desfile dos campeões.

As grandes avenidas da capital estão completamente lotadas de gente e entusiasmo, ouvindo-se, constantemente, várias das canções que se tornaram verdadeiros ícones da campanha da ‘albi-celeste’ no Qatar.

“Rapazes… agora ganhámos a terceira”, é a melodia que eclode por todo o lado, a par do hino nacional as músicas mais acarinhadas pelos argentinos.

Não se vislumbra um adepto que não esteja trajado a rigor nem uma fachada de edifício sem palavras de agradecimento ou as cores azul-celeste e branco, conferindo à noite um calor adicional aos 25º que se verificavam às 21:00, várias horas ainda antes de a comitiva aterrar.

A oportunidade de ver os seus ídolos, tocar no autocarro ou participar na festa foi o que mobilizou uma multidão que tinha superado o milhão logo após o êxito frente à França, segundo informação autarquia, agora amplamente superada nos seus números.

O ‘banho’ de multidão começou logo no aeroporto e prossegue em cada metro que o veículo de dois andares tem de percorrer, muito lentamente, no seu passeio triunfal com os novos heróis da nação.

A multidão posicionou-se muito cedo, com grupos de amigos e famílias a tentar garantir o melhor lugar, usando cadeiras de campismo e fazendo churrascos, enquanto celebram com bandeiras, tambores e balões, entre outros adereços.

 

Desfile da campeã Argentina do Mundial2022 passa a helicópteros devido à vasta multidão

O desfile das seleção argentina de futebol, vencedora do Mundial2022 do Qatar, em Buenos Aires teve que passar a ser feito em helicópteros, devido à impossibilidade do autocarro passar entre a vasta multidão, anunciou hoje a câmara da capital.

 

os campeões mundiais fizeram o trajeto planeado em helicópteros, já que se tornou impossível continuar em estrada”, divulgou a câmara de Buenos Aires nas redes sociais.

De acordo com o município, nas ruas estiveram mais de quatro milhões de pessoas, número que impossibilita a mobilidade do autocarro de caixa aberta em que estavam jogadores e técnicos da ‘albiceleste’.

Também nas redes sociais, o presidente da federação argentina (AFA) lamentou a situação e explicou que a decisão foi tomada pelas forças de segurança.

O desfile começou a 32 quilómetros de Buenos Aires com chegada agendada para o Obelisco, o centro da capital argentina, mas após 10 quilómetros percorridos em apenas três horas, foi decidido alterar a viagem para helicópteros.

Pelo meio, dois adeptos tentaram saltar de uma ponte para dentro do autocarro, com um deles a falhar o veiculo e a cair com violência na estrada.

.

Com Agência Lusa.

 

td-main-content-wrap
Article précédentGuerra na Ucrânia e abusos sexuais na Igreja em Portugal são acontecimentos do ano – Lusa
Article suivantAcadémico de Viseu bate Boavista e chega às meias-finais da Taça da Liga