Polícia londrina investiga homicídio de português com tiro à queima-roupa

Publié le 13 septembre 2019

A polícia londrina emitiu um novo apelo público para informação sobre o homicídio, no domingo, de um português de 24 anos, morto por tiros disparados de uma mota em andamento.

A Metropolitan Police identificou a vítima como Wilson Alexandre Garcia Varela, que vivia em Forest Gate, no este da cidade, mas que foi morto no bairro de Camden Town, perto do centro da capital britânica.

“Embora a nossa investigação esteja a avançar a ritmo acelerado, o motivo para este tiroteio permanece incerto. É difícil perceber o que poderá ter levado ao homicídio e precisamos de alguém que nos diga porque aconteceu”, afirmou o inspetor chefe Simon Stancombe.

Até agora ainda não foram feitas quaisquer detenções e as investigações da polícia continuam, em torno de uma mota com duas pessoas que terá sido vista a circular e esperar algum tempo nas proximidades.

Imagens de videovigilância mostram a mota com os suspeitos a circular na zona onde foi encontrado o português e a exibir uma arma de fogo, que dispararam à queima-roupa na direção do português.

Stancombe disse querer saber o motivo para Wilson Varela ter sido visado pelos disparos e questiona-se se ele seria mesmo o alvo do crime.

A polícia londrina adiantou ter recebido informações sobre o disparo de tiros em Malden Road pouco antes da meia-noite e disse que encontrou o português ferido, mas este foi declarado morto no local pouco depois, às 0.10 horas de segunda-feira.

Ao local acorreram, além de agentes normais, polícias armados e um helicóptero de assistência médica.

Uma autópsia realizada na terça-feira concluiu que a causa da morte foi um tiro no peito.

Um porta-voz da família de Wilson, citado num comunicado da polícia, recordou o português como “uma inspiração”.

“Vais ser sempre uma lenda viva para todos nós, o teu espírito vai guiar-nos sempre e para sempre como costumavas fazer. Obrigado por seres uma inspiração para tantas pessoas”, disse.

O homicídio de Wilson Varela aconteceu na mesma noite e a poucos metros de um outro crime numa rua próxima, Belmont Street, que deixou uma mulher de 22 anos morta, vítima de uma facada.

Uma mulher de 26 anos continua detida e outra de 35 anos foi entretanto libertada, mas continua sob investigação relativamente a este incidente, que deixou outras duas mulheres feridas sem gravidade.

 

Alfa/JN


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background