Portugal: Mais de 80 mil assinaram petição para fechar shoppings ao domingo. Tema vai ao Parlamento

Questão ganhou grande destaque depois de o bispo do Porto ter apoiado a causa. Petição já atingiu o número de assinaturas suficiente para ter de ser debatida pelos deputados na Assembleia da República.

A petição para fechar os centros comerciais aos domingos já ultrapassou as 80 mil assinaturas. A iniciativa, que quer relançar o debate sobre o horário e o encerramento das grandes superfícies, vai ser debatida na Assembleia da República.

« [Ter] os centros comerciais abertos sete dias por semana e tantas horas por dia não corresponde, de todo, às necessidades das pessoas », defende Sara Gonçalves, a autora da petição.

Em declarações à TSF, Sara Gonçalves lembrou que há « outros países mais economicamente desenvolvidos » que Portugal e que « têm os centros comerciais encerrados ao domingo ». « Também durante a semana, os horários [de funcionamento dos centros comerciais] são muito diferentes dos nossos », sublinha a responsável pelo movimento, lamentando que, muitas vezes, o pouco tempo que as famílias têm seja passado a fazer compras.

A petição está disponível na internet há cinco anos, mas foi subscrita por milhares de pessoas desde a Páscoa, depois de o bispo do Porto, D. Manuel Linda, ter defendido o fim do trabalho ao domingo – que é considerado, tradicionalmente, o dia da família.

« Com estas palavras do bispo, [a petição] teve um boom realmente muito grande. Não estava à espera », admite Sara Gonçalves, que ressalva, no entanto, que o movimento em causa não tem qualquer ligação religiosa ou política.

« Agora tenho esta responsabilidade de avançar com isto e lançar novamente o debate sobre esta questão », refere, adiantando que a petição vai ser, de seguida, submetida para apreciação no Parlamento.

Alfa/TSF

td-main-content-wrap
Article précédentViver em democracia na Europa
Article suivantConan Osiris atua hoje em Telavive por um lugar na final do Festival da Eurovisão