Português condenado a prisão perpétua por matar ex-companheira no Luxemburgo

Publié le 12 janvier 2021

Português condenado a prisão perpétua por matar ex-companheira no Luxemburgo

Corpo da jovem foi encontrado carbonizado dentro de um carro.

Notícia: Alfa/ com Lusa e Correio da Manhã 
Fotografia publicada em outubro mostra felicidade de Ana e Marco

Foto de outubro, segundo CM.

O português Marco Silva foi esta terça-feira condenado no Luxemburgo a prisão perpétua pela morte da antiga companheira, podendo apresentar recurso nos próximos 40 dias, disse à Lusa o porta-voz do Ministério Público luxemburguês.

“O senhor Marco Branco da Silva foi condenado a prisão perpétua por este crime, que apresentou contornos de premeditação”, disse o porta-voz do Ministério Público do Luxemburgo à Lusa.

“Os juízes levaram em conta o homicídio e os contornos de premeditação do crime, tendo chegado à sentença de prisão perpétua”, acrescentou Henri Eippers.

Recorde-se que Ana Lopes, natural de Seia, tinha 25 anos e o seu corpo foi encontrado pelas autoridades dentro do carro ao lado da fronteira francesa do Luxemburgo, em Roussy-le-Village. O carro foi encontrado completamente devorado pelas chamas e um corpo carbonizado.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background
Powered by Live Score & Live Score App