Portugueses vencem Melhor Curta Metragem e Melhor Direção de Animação nos ‘Óscares’ da animação

Publié le 26 janvier 2020

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu hoje o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo filme “Klaus” nos prémios Annie.

Considerados os ‘Óscares’ do cinema de animação, os Annie distinguem produções de animação, em curta e longa-metragem, e são atribuídos anualmente pela Sociedade Internacional de Cinema de Animação.

Na 47.ª cerimónia de entrega dos prémios Annie, em Los Angeles, nos Estados Unidos, “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, coprodução de França, Portugal e Canadá venceu a corrida para o galardão de melhor ‘curta’, onde estava ainda nomeado ‘Purpleboy’, de Alexandre Siqueira.

Desde a estreia, em junho do ano passado, na Croácia, “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias” foi já distinguido no festival de cinema de Annecy, em França, com o prémio especial do júri, no festival Animamundi, no Brasil, nos Caminhos do Cinema Português, em Coimbra, e em Chicago, nos Estados Unidos.

Já o português Sérgio Martins, venceu na categoria de Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo filme “Klaus”, da espanhola SPA Studios, disponível na plataforma Netflix.

“Klaus” foi o grande vencedor da noite, alcançando sete distinções, entre a quais a de Melhor Filme, categoria onde estavam nomeados “Frozen 2”, da Walt Disney Animation Studios, “Como Treinar o seu Dragão: O Mundo Secreto”, da DreamWorks Animation, “Missing Link”, da Laika e LLC, e ainda “Toy Story 4”, da Pixar Animation Studios.

O filme “Klaus”, do realizador espanhol Sergio Pablos, disponível na plataforma Netflix, estava nomeado para sete Annie.

Nesta produção, trabalhou ainda Edgar Martins, irmão de Sérgio Martins, no departamento de argumento.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background