Presidente da Federação Francesa pede que árbitros não parem jogos por cantos homofóbicos

Publié le 10 septembre 2019

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Noel Le Graet, em entrevista à rádio “France Info” esta terça-feira, afirmou que não quer que os árbitros parem os jogos em caso de cantos homofóbicos.

 

 

Apesar das novas regras adotadas pela liga francesa de futebol, esta temporada que permitem tais interrupções, Le Graet, disse que espera que os juízes respeitem o seu pedido.

 

Som: France Info

 

Várias partidas do Campeonato Francês foram interrompidas pelos árbitros esta temporada por causa de cantos homofóbicos nas bancadas.

No entanto, o presidente da Federação não tem autoridade para instruir os árbitros a ignorarem as novas regras. As medidas foram apoiadas publicamente pela ministra do desporto, Roxana Maracineanu, que na semana passada disse ter ficado “aturdida” com comentários anteriores de Le Graet, nos quais disse que foram interrompidas “partidas a mais”  por causa de incidentes de homofobia.


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background