Tour2021. Organizadores decidiram retirar a queixa

Os organizadores da Volta a França decidiram retirar a queixa contra a espectadora que causou o acidente na primeira etapa. A decisão foi tomada para «apaziguar» a situação.

 

A mulher foi detida ontem em Landerneau, local onde acabou a etapa de sábado. De acordo com o jornal Le Parisien, uma mulher entregou-se na esquadra, tendo sido necessário confirmar se era a mesma que era procurada. «Agora o que queremos é apaziguar as coisas, não queremos dar a ideia de insistir», disse o diretor adjunto da corrida, Pierre-Yves Thouault.

 

Christian Prudhomme, diretor da corrida, lamentou as proporções que o caso tomou. «Quando vamos para as estradas do Tour de France, é pela festa, pelo entusiasmo, para desfrutar. Mas se estivermos em grupo, estamos todos no mesmo lado da estrada, seguramos as crianças pela mão, não atravessamos a estrada e, acima de tudo, respeitamos os corredores. São eles que merecem a televisão, não as pessoas que estão em redor», disse ao canal France Info. «Esta história assumiu proporções loucas, insanas», disse.

A mulher deverá receber ‘apenas’ uma multa de 1500 euros.

 

Com Jornal abola/Le Parisien/France Info.

td-main-content-wrap
Article précédentDois governos europeus tomam decisões polémicas graves, mas só um é criticado. Opinião
Article suivantTóquio2020: Tenistas Pedro Sousa e João Sousa vão disputar torneio de pares