Uso de máscaras no exterior obrigatório em várias cidades francesas. Paris vai ser a próxima

Em França, a máscara de proteção contra o Covid-19 já era obrigatória em locais públicos fechados, como centros comerciais, transportes, lojas ou bancos, e desde 20 de julho,  quem desrespeitar esta regra pode ser multado em 135 euros, segundo decisão do Governo francês.

No que respeita às regiões e a casos mais particulares, as autoridades anunciaram que a decisão sobre o uso de máscara em locais públicos exteriores pode ser tomada a nível municipal ou regional, dependendo da situação e da evolução da epidemia em cada região.

Nice, Estrasburgo, Lille, Toulouse, Laval, Cannes e dezenas de outras cidades francesas já tomaram medidas nesse sentido.

Em Paris, a « maire », Anne Hidalgo, deseja tornar obrigatório o uso de máscaras em certas zonas da cidade, por exemplo em zonas pedonais centrais, em mercados ao ar livre, certas ruas muito comerciais, e alguns parques e jardins.

A epidemia continua a desenvolver-se de forma inquietante em certas zonas de França, onde se receia uma nova vaga de infeções, na « rentrée », depois das férias, designadamente na região parisiense.

Em França há, até à última contagem oficial, ontem, 192.334 casos confirmados e 30.296 mortos.  A média de infeções é superior a mil por dia desde há vários dias.

As regiões mais atingidas e onde se concentram 70% dos casos de doentes em reanimação são as de Île-de-France (Paris), da Provence-Alpes-Côte d’Azur, dos Hauts-de-France et da Guyane.

Os números oficiais de doentes em reanimação continuam a aumentar: passaram de 384, na segunda-feira, para 388 na terça-feira.

 

A Presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo, deseja tornar obrigatório o uso de máscaras em certas zonas de Paris.

 

td-main-content-wrap
Article précédentMorreu António Moreira Barbosa, irmão de Manuel Moreira, animador da Rádio Alfa
Article suivantCovid-19/Portugal: Mais um morto, 167 casos e 247 recuperados