Banco de Portugal denuncia oito sites de crédito a portugueses emigrados: não podem dar créditos

Foto de abertura : Jornal Sol

« De uma assentada, Banco de Portugal denuncia oito sites de crédito a portugueses emigrados », informa o jornal Expresso no seu site expresso.pt.

Diz o jornal que estes sites virados para comunidades emigrantes não podem conceder crédito.

 

O Expresso cita o BP:

“O Banco de Portugal adverte que os responsáveis pelos sítios da Internet e pelos perfis da rede social Facebook infra identificados não estão na presente data, nem nunca estiveram, habilitados a exercer, em Portugal, a atividade de concessão de crédito ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal”, segundo o comunicado que foi divulgado pela autoridade liderada por Mário Centeno.

Em causa estão os oito sites, que estão dirigidos a comunidades emigrantes, que são estes:

i.https://novoservico.com/,

ii.https://emprestimo-urgente-portugal.jimdosite.com/,

iii.“Emprestimo Rapido Portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimo-Rapido-Portugal-107775891757123),

iv.“Tiago Emprestimo rápido Portugal” (https://www.facebook.com/Tiago-Emprestimo-r%C3%A1pido-Portugal-112241401239834/?ref=page_internal ),

v.“Tiago Pinto Empréstimo de Dinheiro Portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimoportugalsuicafranca ),

vi.“Emprestimo Credito Portugal Rapido”(https://www.facebook.com/profile.php?id=100076435200441),

vii.“Tiago Pinto empréstimo do dinheiro em portugal” (https://www.facebook.com/Emprestimocreditoemprestimoportugal/),

viii.“EmprestimoUrgente.pt” (https://www.facebook.com/Emprestimoportugalsuuca/).

td-main-content-wrap
Article précédentGorbachev: Mundo perde líder global imponente e defensor incansável da paz – António Guterres
Article suivantGuterres ganha apoio com França na presidência do Conselho de Segurança