Mais um negócio estranho do Novo Banco: vendeu seguradora com 70% de desconto. Prejuízos foram cobertos pelo Estado

Publié le 10 août 2020

Depois do escãndalo com venda de imóveis a preços de saldo a um fundo anónimo, mais uma notícia sobre um negócio alegadamente ruinoso que atinge muito negativamente a imagem do Novo Banco. A instituição bancária “vendeu a GNB Vida com desconto de 70% “coberto” por ajuda do Estado”. A informação está em destaque na edição de hoje do jornal Público.

“Seguradora foi vendida por 123 milhões a fundos geridos pela Apax. Operação gerou perda de 268,2 milhões, que foi compensada com nova chamada de capital do Fundo de Resolução. Negócio foi fechado com magnata condenado por corrupção nos EUA“, escreve o diário português, que acrescenta:

“Em Outubro de 2019, oNovo Banco vendeu a GNB Vida (agora designada Gama Life) a fundos geridos pela Apax Partners com um desconto de 68,5% face ao valor contabilístico inscrito no balanço de 30 de Junho daquele ano. Uma operação que gerou uma perda para a instituição financeira de 268,2 milhões de euros e que serviu para António Ramalho justificar novo pedido de injecção de dinheiros públicos.”
“Não é apenas a variação acentuada de valores a suscitar controvérsia, são os sinais de que as autoridades nacionais e europeias desvalorizaram os indícios de ligação do comprador da Gama Life ao magnata do setor segurador Greg Lindberg, condenado já este ano pela Justiça norte-americana por corrupção e fraude fiscal”, acrescenta o Público.

Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background