(Som) Monumento dos portugueses em Champigny vandalizado. Duas mãos da escultura foram desmontadas, uma desapareceu

O monumento dos portugueses em Champigny, em homenagem ao antigo Senador-Maire de Champigny-sur-Marne, Louis Talamoni,  foi vandalizado e uma das mãos que integrava o conjunto foi roubada e desapareceu. Uma outra mão foi encontrada não longe do local.

O monumento, da autoria do escultor Louis Molinari, foi inaugurado a 11 de junho de 2016 por, entre outras personalidades,  o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo Primeiro Ministro, António Costa.

Este vandalismo provocou uma onda de indignação na comunidade portuguesa.  Valdemar Francisco, um dos principais impulsionadores deste projeto erguido junto ao local onde os portugueses viveram num imenso bairro da lata, nos anos 1960/70. Ouça as declarações de Valdemar Franciisco à Rádio Alfa.

td-main-content-wrap
Article précédent(Entrevista/som) 50 ANOS DE MAIO DE 68. COMO REAGIRAM OS EMIGRANTES PORTUGUESES em França à REVOLTA DA JUVENTUDE FRANCESA?
Article suivantFC Porto é campeão. Portistas conquistam título no ‘sofá’, depois do empate entre Sporting e Benfica