Novo álbum de Salvador Sobral “Paris, Lisboa” editado a 29 de março

Publié le 24 janvier 2019

O novo álbum a solo de Salvador Sobral, “Paris, Lisboa”, no qual o músico português se estreia a cantar em francês, é editado a 29 de março, anunciou hoje o agenciamento do artista.

O disco, sucessor de “Excuse Me” (2016), “que terá o selo da Valentim de Carvalho em Portugal e da Warner Music Spain para o resto do mundo, estará disponível nas lojas e em todas as plataformas digitais a 29 de Março”, refere a empresa de agenciamento e produção cultural Fado in a Box, num comunicado divulgado, referindo que esta “é a primeira vez que um artista português assina pela Warner Music Spain, um contrato de representação no mundo inteiro, à exceção de Portugal”.

Nascido em Lisboa, em 1989, Salvador Sobral ganhou maior notoriedade em 2017 depois de ter vencido o Festival Eurovisão da Canção com a música “Amar pelos dois”, escrita pela irmã, Luísa Sobral.

O título do segundo álbum do músico “é inspirado numa viagem sem partida nem chegada, mas cujos pontos de união se fazem entre Paris e Lisboa, cidades de grande preponderância no processo de construção deste disco”, mas é também “uma homenagem ao clássico de Wim Wenders – ‘Paris, Texas’, de 1984, cujo argumento e realização marcaram Salvador Sobral”.

“Paris, Lisboa” é composto por 12 músicas, “em várias línguas, mas onde predomina o português”.

Com produção musical de Joel Silva (baterista que integra, entre outros, o projeto Alexander Search), o disco conta com músicas da autoria e composição de, entre outros, Luísa Sobral, Jenna Thiam, Joel Silva, Júlio Resende, André Rosinha, Leo Aldrey e o próprio Salvador Sobral.

Em “Paris, Lisboa”, o músico revisita ainda “um tema do cancioneiro de Lupicínio Rodrigues, brasileiro gaúcho, e outro de Francisca Cortesão e Afonso Cabral”.

“Salvador Sobral estreia-se neste disco a cantar na língua de Piaf, com uma valsa que podia ter sido ouvida na Paris de todos os tempos”, acrescenta a Fado in a Box.

O disco será apresentado ao vivo em Portugal em maio, no Teatro das Figuras (dia 03), em Faro, e nos Coliseus de Lisboa (dia 10) e do Porto (dia 11).

Antes disso, Salvador Sobral apresenta “Paris, Lisboa” na Polónia, na Alemanha e na Suíça, numa digressão de dez concertos em abril.

Durante este ano, o músico “voltará a Espanha para visitar ou revisitar salas por onde passou em 2018, entre elas o icónico Palau de la Música Catalana em Barcelona, e viajará pelo Mundo, com concertos já confirmados nos países bálticos e Finlândia”.

Salvador Sobral estreou-se em 2016 com “Excuse me”, que apresenta inéditos, feitos em parceria com o músico venezuelano Leonardo Aldrey, e versões de temas como “Autumn in New York”, um ‘standard’ de jazz, e “Nem eu”, de Dorival Caymmi.

Em 2017, depois de ter vencido o Festival Eurovisão da Canção, Salvador Sobral apresentou-se na banda Alexander Search, projeto inspirado na poesia inglesa de Fernando Pessoa em que os músicos, tal como o poeta, assumem personagens, e cujo álbum de estreia foi editado em junho desse ano.

No final de 2017 editou o disco “Excuse me ao vivo”, foi distinguido pelos European Border Breakers Awards e, juntamente com a irmã, foi escolhido como Personalidade do Ano pela Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal.

Depois de uma pausa na carreira por razões de saúde – fez um transplante de coração -, Salvador Sobral regressou em 2018 aos concertos, numa digressão nacional e em Espanha por conta ainda de “Excuse me”.

Alfa/Lusa.

Marqué comme

Opinions des lecteurs

Laisser un commentaire


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background