O novo patrão do PS é José Luís Carneiro ex-secretário de Estado das Comunidades – escreve o Expresso

A informação é do jornal Expresso:

José Luís Carneiro foi nomeado para o cargo de vice-secretário-geral do partido para ser o patrão efetivo do aparelho PS.

Antigo delfim de Francisco Assis e fiel apoiante de Seguro “até ao fim”, o ex-secretário de Estado das Comunidades foi escolhido por Costa para ser o patrão efetivo do PS e do ‘aparelho’, com a tarefa de expandir o mapa cor de rosa nas autárquicas do outono de 2021.

Pode ler mais no Expresso-Diário, num artigo, assinado por Isabel Paulo, com o elucidativo título: « José Luís Carneiro, novo “patrão” do PS: a formiguinha do campo que vingou na cidade ».

« Depois de mais de 400 ações junto da diáspora, chega a nº 2 do aparelho do PS, tendo como ambição silenciosa a Câmara do Porto », acrescenta o jornal, que escreve, a seguir:

“É um dos quadros mais qualificados do PS, mas julgo que a nomeação será um sinal de reconhecimento do impressionante trabalho feito junto das comunidades emigrantes e da sua lealdade às estruturas do partido”, considera Fernando Jesus, que acompanha o percurso de José Luís Carneiro desde que, recém-licenciado em Relações Internacionais e assistente da Universidade Lusíada, no Porto, integrou, em 1997, a lista do PS à Câmara de Baião, perdida para o PSD. Quatro anos depois, candidatou-se à presidência da autarquia natal, de novo sem sucesso, até ser eleito ao terceiro ensaio, em 2005″ ».

 

 

td-main-content-wrap
Article précédentOs emigrantes e O Castelo de Kafka – Editorial do Público
Article suivantTaça de Portugal. Sete equipas da primeira liga foram afastadas na terceira eliminatória