O Lille informa através de um comunicado na sua página oficial que firmou um contrato com « uma nova esperança do futebol internacional, o promissor atacante português Rafael Leão ». O clube do norte da França adianta que o jogador, « observado pelos melhores clubes do continente, escolheu juntar-se ao Lille ».

O contrato que Rafael Leão assinou é válido por um período de cinco anos. O avançado vai assim jogar sob as ordens do treinador Christophe Galtier e vai ter como colegas os portugueses Xeka, José Fonte e Edgar Ié. De recordar que Luís Campos é o diretor desportivo do clube.

“Estou muito contente por ter a possibilidade de jogar no Lille. O clube mostrou muito interesse e eu estou certo de que vou poder evoluir e despontar. Nestes últimos dias, tudo passou muito rápido, mas não pude recusar este desafio que me era proposto”, referiu Rafael Leão, citado pelo clube no mesmo comunicado.

O ex-jogador leonino fez cinco jogos pela equipa principal do Sporting na temporada passada, tendo marcado dois golos, tendo depois parado devido a lesão.

No documento, Marc Ingla, CEO dos Les Dogues, diz que a 31 de julho, Rafael Leão « obteve o estatuto de jogador livre e a oportunidade de recrutá-lo foi-nos apresentada », adiantando que, perante o aliciamento de outros clubes, « o Rafael escolheu nossa proposta e nosso projeto e agradecemos sua decisão. »

O responsável pelo clube francês refere-se ao processo em que nove jogadores rescindiram com o Sporting após os incidentes na Academia de Alcochete a 15 de maio, onde perto de 40 indivíduos invadiram as instalações do clube leonino e agrediram jogadores e equipa técnica.

Com esta confirmação, o Sporting perde o seu quarto jogador devido ao processo de rescisões, juntando-se Rafael Leão a Rui Patrício (Wolverhampton Wanderers F.C.), Gelson Martins (Atlético de Madrid), William Carvalho (Real Betis) e Daniel Podence (Olympiacos FC.).

Tendo sido este um acordo feito à revelia do clube leonino, o Sporting poderá avançar com uma queixa à FIFA, como fez nos casos de Rui Patrício, Gelson Martins e Daniel Podence.

Em sentido inverso, Bruno Fernandes, Bas Dost e Rodrigo Battaglia também apresentaram as suas rescisões mas retornaram ao clube, firmando novos contratos. De todos os jogadores que rescindiram com o Sporting, apenas Ruben Ribeiro se encontra numa situação incógnita.