Tribunal europeu reconhece exclusividade das solas vermelhas da Louboutin

Publié le 12 juin 2018

O estilista francês de sapatos de luxo Christian Louboutin pode reivindicar a exclusividade das solas vermelhas, pois uma cor “pode ser registrada como marca”, reconheceu hoje o Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE).

 

O TJUE responde a uma dúvida apresentada pelo tribunal de Haia, na Holanda, que se pronuncia sobre a ação apresentada em 2013 pela Louboutin, quando a Van Haren afirmou que a combinação Louboutin, de sapatos de salto alto e de sola vermelha para mulheres, era contrária à lei de marcas da União Europeia.

A empresa Louboutin, que criou em 2013 a marca registrada na região Benelux, com um sapato de salto alto com uma sola da cor vermelha Pantone 18-1663TP, e cujo contorno não faz parte da marca, levou a empresa Van Haren aos tribunais por considerar que infringiu a sua marca.

A Van Haren, que vendeu, em 2012, sapatos de salto alto com sola revestida da cor vermelha nas suas lojas, defendia que a cor não pode ser uma marca, em consequência da diretriz europeia para as marcas.

“Vitória para a Christian Louboutin”, reagiu a empresa francesa em comunicado, no qual afirma ainda que “o vermelho na sola do sapato de salto alto de uma mulher é uma marca de posição, como a Christian Louboutin defende há muitos anos”.

Alfa/Lusa


Opinions des lecteurs

Laisser un commentaire


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background