Vítor Pereira vai treinar Flamengo depois de orientar Corinthians. António Oliveira é anunciado no Coritiba

Foto. twitter.com/Flamengo

O português Vítor Pereira vai treinar o Flamengo, sete vezes campeão brasileiro de futebol, após ter orientado o rival Corinthians, anunciou hoje o clube ‘carioca’.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que tem um acordo com o técnico Vítor Pereira para comandar o elenco profissional em 2023”, lê-se nas redes sociais do clube, que terminou o Brasileirão de 2022 na quinta posição.

Vítor Pereira, de 54 anos, chega ao ‘mengão’ depois da estreia no Brasil ao comando do Corinthians e de ter orientado clubes como Fenerbahçe, Shangai SIPG, 1860 Munique, Olympiacos, Al-Ahli, FC Porto, Santa Clara e Sporting de Espinho.

O técnico, que sucedeu a André Villas-Boas nos ‘dragões’, depois de ter integrado a sua equipa técnica, sagrou-se bicampeão português, tendo ainda erguido duas Supertaças Cândido Oliveira, somando depois as conquistas da Liga chinesa e da Liga grega, além de uma Supertaça da Grécia e outra da China.

 

Com Agência Lusa.

 

 

António Oliveira é anunciado no Coritiba e é o sétimo português no ‘Brasileirão’

O treinador português António Oliveira é o novo técnico do Coritiba, num contrato válido até final de 2023, comunicou hoje o clube brasileiro de futebol, adiantando que a apresentação acontecerá na quarta-feira.

António Oliveira, de 40 anos, filho do antigo treinador do Benfica Toni, estará como técnico na sua quarta equipa no futebol brasileiro, depois de ter sido adjunto no Santos, adjunto e principal no Athletico Paranaense, e principal no Cuiabá.

O ‘Brasileirão’ contará na próxima época com sete treinadores portugueses: António Oliveira (Coritiba), Vítor Pereira (Flamengo), Ivo Vieira (Cuiabá), Pedro Caixinha (Bragantino), Renato Paiva (Bahia), Luís Castro (Botafogo) e ao campeão Abel Ferreira (Palmeiras).

 

Com Agência Lusa.

td-main-content-wrap
Article précédentInundações. Lisboa acordou com ruas alagadas e caos no trânsito
Article suivantMundial2022: Argentina na final pela sexta vez ao bater Croácia