Gulbenkian exige meio milhão por ilegalidades em Pedrógrão Grande. Misericórdias também querem apoios devolvidos

Publié le 18 janvier 2020

Pedrógão Grande. Gulbenkian e Misericórdias querem apoios devolvidos, informa o JN na sua edição deste sábado, 18.

A Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) e a União das Misericórdias Portuguesas (UMP) constituíram-se como assistentes no processo relativo às suspeitas na reconstrução de habitações.

A Gulbenkian apresentou um pedido de indemnização superior a 482 mil euros, referente às obras realizadas em cinco casas sob suspeita.

“Com base no conteúdo da acusação, do conjunto dos apoios para a reconstrução de habitações que terão alegadamente sido obtidos de forma irregular, cinco dizem respeito a projetos de reconstrução de habitações financiados ao abrigo do protocolo celebrado entre a FCG e a UMP”, justifica a Gulbenkian. No despacho de encerramento do inquérito e na dedução de acusação, proferidos pelo Ministério Público, a Fundação é identificada mesmo como “lesada”.

Continue a ler em jn.pt


Rádio Alfa FM 98.6 Paris (On Air)

La radio de la lusophonie et des échanges interculturels de toute l'île de France

Piste actuelle
TITRE
ARTISTE

Background