Histórias de Abril – 50 anos da Revolução dos Cravos

25 de Abril de 1974. Revolução dos Cravos.
25 de Abril de 1974. Revolução dos Cravos.

A Rádio Alfa assinala os 50 anos da Revolução dos Cravos com Histórias de Abril. Testemunhos na primeira pessoa de quem viveu o 25 de Abril de 1974.

Revolução dos Cravos! 25 de Abril, sempre!

Entre dia 1 e 24 de Abril de 2024, a Rádio Alfa deu a palavra à homens e mulheres que viveram, há 50 anos, a Revolução dos Cravos. De segunda à sexta-feira, no ALFA 10/13 com Didier Caramalho, pôde ouvir às 10h30 em português e às 12h30 em francês, um testemunho seguido sempre da leitura de um poema e da análise de uma música relacionada com a Revolução dos Cravos.

António Manuel Ribeiro, cantor e líder dos UHF. ‘É urgente o amor’ de Eugénio de Andrade, ‘Venham mais cinco’ de Zeca Afonso:

 

Artur Silva, jornalista e co-fundador da Rádio Alfa. ‘Para que tu, liberdade’ de José Jorge Letria, ‘A cantiga é uma arma’ do GAC:

 

Carlos Brito, cartoonista. ‘Pedra filosofal’ de António Gedeão, ‘Pedra Filosofal’ de Manuel Freire:

 

Francisco Fanhais, cantor exilado em França e ex-sacerdote. ‘Grândola, Vila Morena’ de Zeca Afonso:

 

Jean-Marc Hémion, professor de filosofia. ‘O Futuro’ de Ary dos Santos, ‘E depois do Adeus’ de Paulo de Carvalho:

 

Daniel Ribeiro, jornalista e ex-diretor da Rádio Alfa. ‘Mulheres do meu país’ de Maria Teresa Horta, ‘Tanto mar’ de Chico Buarque:

 

João Heitor, livreiro. ‘Flor da liberdade’ de Miguel Torga, ‘Somos Livres’ de Ermelinda Duarte:

 

Luís Filipe Pedrosa, professor de história e diretor da secção portuguesa no liceu internacional de Saint-Germain-en-Laye:

 

Manuel Miranda, guitarrista e fadista. ‘Fado Peniche’ de David Mourão-Ferreira, ‘Abandono’ de Amália Rodrigues:

 

Dominique Hummel, turista francesa em Portugal, em 1975. ‘A cor da Liberdade’ de Jorge de Sena, ‘O que faz falta’ de Zeca Afonso:

 

Manuel do Nascimento, escritor e historiador. ‘Cantata da paz’ de Sofia de Mello Breyner, ‘Cantata da paz’ de Francisco Fanhais:

 

Manuel Dante (Nello), artista e diretor dum cabaret em França. ‘Abril de Abril’ de Manuel Alegre, ‘Põe-te a pau, companheiro’ de Paulo de Carvalho:

 

Nuno Cabeleira, vice-consûl de Portugal em Paris em 1974. ‘Revolução’ de Sofia de Mello Breyner, ‘O Patrão e Nós’ de Fausto:

 

Pauline Santiago, amiga de Zélia e Zeca Afonso. ‘Meu país liberto’ de Frassino Machado, ‘Trova do vento que passa’ de Adriano Correia de Oliveira:

 

Sérgio Godinho, cantor exilado em França e no Canadá. ‘Liberdade para a Liberdade’ de José Augusto Seabra, ‘Eu vim de longe’ de José Mario Branco:

 

Tim, cantor e líder dos Xutos E Pontapés. ‘Salgueiro Maia’ de Manuel Alegre, ‘O povo unido jamais será vencido’ de Luís Cilia:

 

Os testemunhos foram recolhidos, os guiões foram escritos e os poemas narrados por Didier Caramalho. A sonoplastia é de Jorge Leandro. O genérico inical tem vozes de Zeca Afonso e Inês Cordeiro. As traduções em francês têm voz de Rémi Caramalho. Um agradecimento especial a todos os convidados.

« Histórias de Abril » é uma rúbrica especial do ALFA 10/13 nos 50 anos do 25 de Abril de 1974.

Para completar os testemunhos, a Rádio Alfa propõe agora:

  • uma bibliografia seletiva sobre a Revolução dos Cravos:

LEONARD, Yves. Sous les œillets la révolution. Le 25 avril 1974 au Portugal. Paris : Chandeigne, avril 2023. 136 p.

REZOLA, Maria Inácia. Mitos de Uma Revolução. Lisboa : A Esfera dos Livros, 2008. 436 p.

CANIVET DA COSTA, Sandra. La Révolution des œillets – 25 avril 1974, le jour de la Liberté. Bourges : Cadamoste, avril 2024. 50 p.

FANHA, José. Era uma Vez o 25 de Abril. Lisboa : Nuvem de Tinta, abril de 2023. 88 p.

PALHETA, Ugo. Découvrir la Révolution des œillets. Portugal (1974-1975). Paris : Editions Sociales – Les Propédeutiques, avril 2024. 200 p.

PEREIRA, Victor. C’est le peuple qui commande : la Révolution des Œillets : 1974-1976. Paris : Editions du Détour, 2023, 265 p.

MATEUS, José ; GAUDÊNCIO, Suzana ; VARELA, Raquel. 25 de Abril – Roteiro da Revolução. Lisboa : Parsifal PT, Março de 2017. 192 p.

FILOCHE, Gérard. La Révolution des Œillets. Portugal. 1974. Paris : Editions Atlande, avril 2024, 712 p.

  • uma série de entrevistas (em português e em francês) sobre a Revolução dos Cravos. Realizadas por Didier Caramalho:

« É contra ventos e marés que temos que nos preparar para manter vivas as aspirações de Abril » – Francisco Fanhais

« Salazar a cultivé de son vivant la rhétorique de l’invisibilité et la volonté d’être masqué » – Yves Léonard

« Pour consolider l’union des gauches, il faut s’inspirer du Portugal, du 25 avril 1974 » – Gérard Filoche

« Le 25 avril 1974 est une révolution politique, sociale et culturelle » – Victor Pereira

Article précédentBissau. PR guineense diz que não precisa de autorização de ninguém para visitar a Rússia
Article suivantTribuna Desportiva – 13 Maio 2024